Logo-com-tagline_branco-1.png
Logo-Voka.png

História da Vóka

Pensando em construir um Centro de Inovação na sua empresa e não sabe por onde começar? Confira como nasceu a Vóka e a estratégia por trás da construção de um centro de inovação.

Sumário

Como tudo começou

Se você chegou até aqui, provavelmente conhece a Mercur – empresa-mãe da Vóka – e um pouco da sua trajetória e transformação cultural. Caso não saiba do que estamos falando, volte alguns capítulos e leia um pouco sobre isso em: Nossa História – Mercur.

A nossa história de hoje começa em 2019 ao identificarmos na Mercur algumas necessidades importantes relacionadas à temática da inovação. Sentíamos dificuldade em lançar produtos novos no mercado com uma agilidade adequada, precisávamos melhorar processos, adequar nosso portfólio ao nosso posicionamento e nos relacionar com o ecossistema de inovação. Para começar, nos conectamos a uma consultoria, a Semente Negócios, que nos guiou no desenvolvimento de uma estratégia de inovação e segue sendo um importante contato até hoje.

A metodologia implementada pela Semente foi a Corporate-Up, que parte de um diagnóstico de inovação na empresa, permeia por uma construção de Tese de Inovação, por um estudo de portfólio de projetos, escolha de veículos de inovação e vai até a construção de indicadores para acompanhamento da aplicação da estratégia. Se quiser aprofundar na metodologia, você encontra um guia completo nesse link: Metodologia Corporate-Up – Semente Negócios. 

Desenhando a Estratégia de Inovação da Mercur

Durante esse trabalho de desenho da estratégia de inovação, uma das etapas se tratava da escolha de veículos de inovação e dos desenhos de seus pipelines (ou fluxos de projeto). A escolha dos veículos é feita a partir de necessidades que queremos atender. Por exemplo, para conseguirmos trabalhar a cultura de inovação, é interessante que um dos veículos escolhidos seja um programa de Intraempreendedorismo, ou então um programa de ideias. Ao mesmo tempo, é interessante ter um programa de aceleração ou investimentos no conjunto de veículos para que sejam impulsionados projetos que tenham um grau maior de inovação.

Na hora de escolhermos veículos a serem utilizados na Mercur, chegamos à conclusão de que seria muito interessante construir uma estrutura desvinculada da empresa para que a inovação transformacional acontecesse de forma mais flexível e ágil. A inovação transformacional é aquela mais incerta, mais ousada para a organização. É aquela em que ainda não dominamos o mercado e nem possuímos o conhecimento e tecnologia para o desenvolvimento da solução. São projetos que, se bem-sucedidos, podem abrir caminhos para novos negócios e entrada em novos mercados. Esse tipo de inovação acaba enfrentando algumas barreiras na hora de sair do papel, já que demandam mais tempo de dedicação das pessoas e maior risco no investimento.

A partir da decisão de que precisaríamos de uma estrutura mais flexível para acelerar projetos de inovação transformacional na Mercur, buscamos entender as diferenças entre tipos de estruturas de inovação, como HUBs, LABs e Centros de Inovação. Um Centro de Inovação é como se fosse um prestador de serviços de inovação para a sua empresa-mãe. Ele é composto por pessoas de áreas diferentes que possuem o objetivo central de gerar e escalar ideias orientados pelos desafios de suas empresas, através da aplicação de metodologias ágeis e processos menos burocráticos.

Construindo a Vóka​

Para construir um Centro de Inovação, é fundamental que algumas etapas sejam bem desenhadas para que o pontapé inicial aconteça.

Estratégia

Na Vóka, nós começamos desenhando uma Tese de Inovação, com foco para movimentos transformacionais. Nela constam o nosso propósito, ambição, vitórias obrigatórias, pilares de atuação, verticais de atuação e pontos de atenção. Se você quiser saber mais sobre as verticais de atuação, acesse Verticais – Centro de Inovação Mercur.

Inovacoes-em-Saude-e-Educacao.png
Educação e Saúde
Inovacoes-em-Negocios-Verdes.png
Negócios Verdes
Inovacoes-em-Tecnologias-para-Reabilitacao.png
Reabilitação
Inovacoes-em-Inclusao-e-Diversidade.png
Inclusão e Diversidade
Inovacoes-em-Saude-Integral.png
Saúde Integral
Inovacoes-em-Produtos-Inteligentes-com-Dados-Individualizados.png
Dados Individualizados

Para colocar a Tese em prática selecionamos alguns programas a serem trabalhados. Os primeiros programas escolhidos foram: 

Para sermos capazes de medir resultados desse movimento, criamos indicadores de desempenho, ligados as vitórias obrigatórias da Tese de Inovação. Alguns resultados intangíveis também são visíveis, como a influência na cultura da própria empresa e da construção de relacionamentos importantes no ecossistema. É com esses indicadores que fechamos a etapa de estratégia do nosso Centro de Inovação.

Governaça

O passo seguinte é o desenho da estrutura de governança desse centro de inovação. Tanto a definição de papeis e responsabilidades quanto a forma como ele se relaciona com a sua empresa-mãe. Essa definição vem seguida de um estudo de modelo de negócio e possibilidades de fontes de fomento para que sejam alocados recursos adequados nos projetos.

Operação

Para finalizar a estruturação, seguimos para a definição de diretrizes de operação e o desenho das primeiras ações a serem executadas pelo Time.

Colocando em prática

Por mais que ao final desse processo tenhamos uma estratégia desenhada, precisamos lembrar de que ela não está “escrita em pedra” e que pode sofrer alterações na hora da execução. A Tese de Inovação, por exemplo, pode (e deve) ser revisada conforme movimentos na nossa empresa, nos nossos mercados de atuação, mercados adjacentes, comportamento do consumidor e da sociedade vão acontecendo. Um dos importantes papéis do Time da Vóka é justamente a constante busca por oportunidades que possam potencializar a geração de novos negócios e evolução dos já existentes. 

Trabalhamos na construção dessa estrutura durante o primeiro semestre de 2022 e no dia 12 de setembro do mesmo ano lançamos a Vóka! Estamos localizados em uma casa com entrada na planta da Mercur no centro de Santa Cruz do Sul. Mais do que um espaço físico, a Vóka tem o objetivo de criar conexões e fomentar a cultura de inovação no ecossistema, podendo trabalhar com diferentes grupos de pessoas em diferentes tipos de projetos.

Em um ano de atuação, iniciamos diversos projetos, consolidamos movimentos de rotina e já vimos alguns processos saindo do papel.

Para saber mais sobre as nossas atividades, nos acompanhe nas redes sociais com o @vokacentro

Bônus

Por que o nome “Vóka”?

O nome Vóka vem de provocar, o que está diretamente relacionado com o papel do Time de Inovação. Fomos criados para provocar transformações, mudar a forma como as pessoas fazem suas atividades e como nos comportamos enquanto sociedade. Além disso, remete à vocação da Mercur enquanto empresa inovadora.

E essa história continua!  Você nos acompanha nessa jornada?

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Time Vóka
Time Vóka

Autor